Arrepio Produções
FacebookTwitterYouTube

Resenhas

Resenha de CD: Evil Sense "Fight For Freedom"(2017)

Quarta-feira | 27 de setembro de 2017
por Romulo Carlos

 Evil Sense "Fight For Freedom"(2017)

        Gravadora: Erinnys Productions/ Nacional

 

Os paulistanos da Evil Sense surgiram em 2000, cidade de São Paulo,e como a maioria das bandas passou por diversas formações até se estabilizar. Em sua bagagem a banda carrega uma discografia composta de 3 demos e este full álbum,que é o primeiro disco completo da banda,confira a discografia completa a seguir:

Horseman of Apocalypse – 2002 (Demo)

Coma of Your Brain – 2006 (Demo)

In Thrash We Trust – 2013 (Demo)

Fight for Freedom – 2017 (Full Length),lançado oficialmente em Maio.

O mais interessante de resenhar bandas nacionais é que mesmo cantando em inglês ,as bandas apresentam características próprias e um amor ao país que fica nítido desde os primeiros acordes,e o som da Evil Sense nos mostra esse viés. Antes de me acusarem,não estou dizendo que todas as bandas soam parecidas,longe de mim,o que quero dizer, é que as bandas Brasileiras tem um diferencial,uma sonoridade muito bacana,seja thrash,heavy metal ou death ou outro estilo que possa trazer outros elementos para enriquecer a nossa cultura musical.

Nas letras, os temas mais recorrentes e que fazem parte do conceito do disco são as guerras, religião,drogas e política.

Partindo para a parte referente á música,todos os riffs e aquela sonoridade composta de elementos mais retrô/anos 90 ou essa modernidades como misturar ou mesclar estilos,saindo da zona de conforto e buscando novos caminhos para trilhar na loucomotiva do sucesso, parece ser um subterfúgio para não cometer os mesmos erros ou fazer o mesmo disco repetidas vezes,como existe muitas bandas por aí.

Nesse caso,em específico, o vocal mais rasgado de Wagner e a bateria de Ricardo, velossíssima na faixa"Unit 731"pode nos levar a acreditar que estamos diante de uma banda de death,parece,mas não é. Elementos do Heavy estão por aí,em riffs mais rápidos e o Heavy Metal está presente em faixas com riffs mais longos e extensos como na faixa anterior "Force Of Honor" ou em "Fight For Freedon". Já na faixa anterior,parece que os caras estão possuídos pelo thrash metal em "Thrash Anger",com seu vocal menos pesado,porém rápido como o trovão,essa faixa é um tesão cara!

Fechando este disco completo, a faixa que auto intitula o disco nos deixa com uma sensação de que todos aqueles riffs fantásticos dos dois guitarristas,sendo o vocal/guit Wagner e Thiago,e uma cozinha altamente competente,

Hugo demonstra que o dever foi cumprido, e que venham mais discos assim,com essa riqueza de estilos,condensada em uma bolacha com nove faixas que se destacam com outros lançamentos nacionais entre os melhores do ano!

Viva o metal,o thrash,o death e o groove por que não?

 

Faixas:

 I - No More Lies

II - Embrace Of Death

III- Império Headbanger: O Ritual Metal

IV - Traveling by Warriors Land

V - Force and Honor

VI - Unit 731

VII - Thrash Anger

VIII - Fight For Freedon

IX -  Evil Sense

 

 

Formação atual:

Warger(CAPÚ) : Guitarra e voz

Thiago (Suco) : Guitarra

Hugo : Baixo

Ricardo : Bateria

 

Contato: [email protected]

 

Mais Informações:

Facebook: https://pt-br.facebook.com/evilsenseofficial

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCzHfeiEZQfapRsTKVmTSDvw

Assessoria: http://metalmedia.com.br/evilsense/index.php

 

 

Compartilhe

 

Outras Resenhas

© 2009-2019 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
itsit.es