Arrepio Produções
FacebookTwitterYouTube

Notícias

YEAR ZERO: Representando o Ghost no Rock n´ Bira Open Bar

Quinta-feira | 25 de abril de 2019
por Romulo Carlos de Sousa

No mês de junho o YEAR ZERO, banda gaúcha que presta tributo ao Ghost, tocará na tradicional Rock n’ Bira Open Bar, no Opinião, em Porto Alegre. O show será realizado no sábado, 08/06, ao lado de outras bandas tributo e do Social Mask, de Torres/RS, representando o Rock/Metal autoral. YEAR ZERO é a banda tributo oficial da Ghost Brasil (www.facebook.com/oficialghostbrasil), única página brasileira que é considerada oficial pelo próprio GHOST.

 

YEAR ZERO surgiu logo após o show do GHOST em Porto Alegre em 2017, mas paixão do vocalista começou em 2010, quando ele ouvia uma rádio de São Paulo que tocava a música“Ritual”“Curti bastante e fui procurar o nome Ghost no Youtube para ver o visual (quem eram) e acabei por clicar num vídeo deles no festival Hellfest em que eles tocavam “Con Clavi Con Dio/Elizabeth” e minha surpresa (grata surpresa) era uma banda com figurino diferente das demais o q me fez procurar ainda mais pela banda!”. E deixando de lado a postura de vocalista, o músico cita suas faixas preferidas além de “Ritual”: “Year Zero”, “Deus in Absentia” e “See the Light”. Dos lançamentos no formato EP, as preferidas são “If You Have Ghost” e “Square Hammer”.

 

Já o disco preferido, a escolha é unânime, mas a diversidade musical do GHOST é latente: “O álbum que eu gosto mais é o “Opus Eponymous”. Não tem música ruim nesse álbum, em minha opinião! Cada um dos quatro álbuns do Ghost possuem suas próprias características. "Opus..." é mais obscuro e pesado, "Infestissumam" possui mais diversidade, com algumas músicas mais leves, em "Meliora" há músicas pesadas e trabalhadas ao mesmo tempo em que há "He Is", uma autêntica balada, e por fim, "Prequelle", com um acento mais comercial ainda que cercada de grandes músicas.”.

 

 Ghost: Divulgação

 

 

YEAR ZERO ainda procura manter o anonimato de seus integrantes, mantendo o clima misterioso que sempre envolveu a banda sueca. No set list dos gaúchos estão os maiores clássicos da banda, seguindo o padrão de set lists que o próprio GHOST vem mantendo. Até formatar a banda de acordo com suas necessidades, foram realizadas diversas trocas de integrantes e muito planejamento. O vocalista conta como foi montar a banda: “Eu formei a banda dias depois do show do Ghost em Porto Alegre e me lembro de que durante a “Year Zero” eu cantava a música e dizia "se for pra eu fazer uma banda cover eu quero fazer uma desses caras". Foi difícil (pensa em difícil e multiplica), pois como eu pensei em montar a banda logo depois do show do Ghost em maio, só consegui juntar os cinco integrantes restantes apenas em agosto, sendo que comecei a procura em junho! Pra você ter uma noção, o único integrante que está desde o começo é o baixista que já havia saído por um tempo, mas acabou voltando!”.

 

No set list da banda estão presentes músicas como “Year Zero”, “Ritual” e faixas do recente “Prequelle”, como “Rats” e “Witch Image”. Para o vocalista, é preciso definir bem o set list no caso de tocarem sozinhos ou num festival: “Como eu formei a banda por amar 99% das músicas é muito fácil eu pensar num set list quando fazemos um show solo (só nós) o complicado é fazer shows em festivais (o bom é que outras pessoas acabam por conhecer melhor Ghost) e ter que tirar algumas músicas do set list que eu gosto, mas sei que quem vai num festival não iria curtir como uma música como “He Is”, “Pro Memoria”, “Witch Image” e “Deus In Absentia”, por exemplo.”.

 

Para mais informações, acesse o evento:

https://www.facebook.com/events/800434390313765

 

Contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/YearZeroGhost

Instagram: https://www.instagram.com/yearzeroghost

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Fonte: Wargods Press

Compartilhe
© 2009-2019 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
itsit.es