Arrepio Produções
iTSITES Tecnologia
FacebookTwitterYouTube

Notícias

LOTHLÖRYEN: "Equilibrado,maduro e criativo! "

Terça-feira | 15 de setembro de 2015
por Romulo Carlos de Sousa

LOTHLÖRYEN: "Principles of a Past Tomorrow"(CD/2015)

Nacional - Independente

Resenha: Romulo Carlos

Faixas do disco:

01. ...a Journey Begins : ( Uma jornada se inicia)
02. Heretic Chant : (Canto herético)
03. God is Many : (Deus é vários)
04. Time Will Tell : (O Tempo dirá)
05. Manipulative Waves : (Ondas de Manipulação)
06. Night is Calling : ( A noite está chamando)
07. And Dowland Plays
08. The Convict : (O convicto )
09. The Quest is On : (A busca se inicia)
10. Who Made the Maker?
11. The Law and the Insider : ( A lei e o iniciado)
12. Wavery Time : (Tempo oscilante)
 
Desde que lançou seu primeiro álbum "of Bards and Madmen"(2005), esse é o quarto álbum de estudio da carreira dos bardos mineiros.Lembrando que ano passado a banda relançou o segundo álbum "Some Ways Back No More" (2008).
O Lançamento de "Principles of a Past Tomorrow" se deu após uma campanha de financiamento coletivo que ocorreu no Kickante.Isso provou mais uma vez o respaldo que a banda tem dos seus fans.Essa foi uma alternativa encontrada pela banda para presentear seus admiradores com um algo diferenciado.Esse tipo de apoio tem sido fundamental para que várias bandas possam lançar um material de qualidade sem apoio das gravadoras,e de forma totalmente independente,fugindo de contratos longos e complicados, que geralmente beneficiam apenas um lado da moeda.
 
Pois bem,ouvi o full e cheguei a uma conclusão relativamente simplória,mas que não é toda banda que toma este tipo de atitude.Quantas bandas lançam discos por vários anos e parecem cópias de si mesmos?.Não é o caso dos bardos mineiros. Saindo da zona de conforto,a banda pratica um folk metal e mescla com prog,além de arriscar em algumas melodias algo de power metal. A surpresa nas belas composições que em sua maioria ficou a cargo do vocalista Daniel Felipe e os riffs com a dupla de Guitarristas Tim Allan, e Leko Soares, que acompanham majestosamente o baixista Marcelo Godde e o baterista Marcelo Benelli,cuidam da parte mais técnica e melódica,e o tecladista Leo Godde completa o time com o vocalista que tem uma voz boa e diversificada,fazendo deste o melhor disco de folk metal Brasileiro do ano.
Sem dúvida nenhuma,a banda caprichou nos arranjos e nas belas melodias,mas o que me chamou atenção foi o cuidado com as letras.Muito bem elaboradas,com refrões que grudam na memória. O trabalho primoroso,tem idéias/temas que refletem pensamentos da ciencia,da cosmologia e filosofia.Após várias audições,riffs espetaculares,com a imaginação a flor da pele,me imaginei em uma taberna simplória,rodeado de amigos tomando vinho e escrevendo a música que seria o ícone da música renascentista. É difícil descrever a sensação de ouvir " God is Many"( Deus é Vários), ou então " The Convict",que soa extrema,complexa e pesada,com vocais limpos e cru em alguns momentos,os arranjos são cuidadosos e inspiradores!. Seguindo na mesma linha e com o som mais cadenciado temos a ótima " Quest is on",com um refrão que fica registrado para reflexão: "A necessidade de explorar está dentro do nosso coração/Questione todas as crenças e encontre uma razão para encontrar outra razão/ A liberdade para libertar sua alma.
Há ainda outras pérolas que merecem destaque "Wavery Time" e a minha preferida "Night is Calling".

Sendo uma banda já bastante conhecida,acredito que com esse álbum a banda vai ter um giro de 360 graus em sua carreira.Aglutinando ainda mais admiradores de seu trabalho,isso pode refletir no momento vivido pela banda. Com boa estrutura ritmica e conceitual,este trabalho ímpar,tem potencial e deve ser explorado além das fronteiras da America do Sul (a banda já fez turnê pela Europa,e recentemente foi confirmada uma série de shows em meados de 2016 pela Rússia,passando por Moscou).Indicado para admiradores de rock/metal sinfônico e afins.Mas preferencialmente para quem tem bom gosto musical!

Equilibrado,maduro e criativo! . A capa ficou nas mãos de Gio Guimarães que fez com que ficasse de acordo com o conceito central do disco.A produção foi dos guitarristas Tim Allan e Leko Soares,Thiago Okamura cuidou da mixagem e masterização.

Banda:

Daniel Felipe:Vocal,Tim Allan:Guitarra,Leko Soares:Guitarra,Leo Godde:Teclado,Marcelo Godde:Baixo
Marcelo Benelli:Bateria

Fundada em 2002 - Poços de Caldas/MG | Estilo: Power / Folk Metal

Contato: [email protected]

Sites Relacionados:
www.lothloryen.com
www.facebook.com/lothloryenofficial
www.metalmedia.com.br/lothloryen

Compartilhe
Murder Worship
© 2009-2017 - Arrepio Produções - Patos de Minas - MG
FacebookTwitterFeed RSSE-mailYouTube